a distância 07/04/2016 - 09h51

Bolsas de EAD disponíveis para mães de crianças com doenças raras

O curso de graduação virtual tem carga horária de 8h a 12h semanais
notícia 0 comentários
Enviar por e-mail Imprimir Aumentar texto Diminuir texto Corrigir
Compartilhar

Em sete estados do Brasil, mães de crianças com doenças raras podem receber bolsas para cursos de graduação e especialização via Educação a Distância (EAD). Os benefícios fazem parte do projeto Mães Produtivas, idealizado pela Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR) e pelo Instituto Ser Educacional, do mesmo grupo da Faculdade Maurício de Nassau.

"O Mães Produtivas será um dos mais belos e importantes projetos educacionais via EAD do país, pois possibilitará que mães com bebês com doenças raras, como a microcefalia, iniciem ou concluam os estudos sem que precisem se afastar dos filhos", comenta Sérgio Murilo Junior, coodenador-executivo do Instituto Ser Educacional.

O primeiro lugar a desenvolver o projeto é Pernambuco, com 15 bolsas. Devido à alta incidência de casos de microcefalia no estado, cerca de metade das oportunidades foram destinadas a mães de bebês com esta patologia. 
 
Instituições de ensino do Grupo Ser Educacional oferecem 50 oportunidades ao todo. Além do Ceará, mullheres em Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo podem se inscrever. O curso de graduação virtual tem carga horária de 8h a 12h semanais.

Serviço
Faculdade Maurício de Nassau 
Endereço: Av. Aguanambi, 251 - José Bonifácio
Telefone: (85) 3201-2400 

Instituto Ser Educacional 
Site: www.sereducacional.com

AMAR
E-mail: amareagir@gmail
Telefones: (81) 3132-0650 | (81) 98448.8710 
Redação O POVO Online 

Enviar por e-mail Imprimir Aumentar texto Diminuir texto Corrigir
Compartilhar

Facebook

Acompanhe Empregos e Carreiras no Facebook

Assine Já

Está com uma dúvida? Fale com a Editoria

Enviar

O POVO Notícias | O Povo Empregos & Carreiras

  • Central de Relacionamento: +55 85 3254.1010